Os dias na terra, enquanto vivemos ainda lutando contra o pecado, precisam ser encarados aos poucos, como o próprio Jesus nos ensina no sermão do monte, “basta a cada dia o seu mal”. Se você gosta de séries, com certeza, você fica ansioso pelos próximos episódios para entender os mistérios, descobrir quem é o vilão a final, ou se os planos irão dar certo. Se ficamos ansiosos com as séries, quem dirá em relação á nossa vida, em tempos de pandemia, crise política, e o que mais os tempos estiverem reservando para o futuro.

A questão principal para o Cristão é: Há motivos para o desespero e histeria frente os problemas?

É extremamente legítimo ter medo do futuro, afinal, fomos dotados por Deus de emoção e capacidade de raciocínio, e sentimentos dos mais diversos. Porém, o medo e incerteza não podem ser o nosso último sentimento diante da crise. Possivelmente, os que ouviam Jesus durante o sermão no monte (Mt. 5, 6 e 7), ouviam Ele ensinando sobre a providência de Deus em cuidar até mesmo das plantas, e então, bastava cada dia o seu mal, e pensavam: “Esse ‘cara’ é louco? Como vou ficar “apenas” com Deus, sem me preocupar com o sustento e etc.” Por não vermos com os nossos olhos naturais a Deus, podemos cair nessa mesma cilada. A nossa leitura Bíblica, e as reflexões nos ajudam a não perdermos o nosso foco, e firmarmos nossa Fé, como o Apóstolo Paulo nos ensina, “a Fé vem pelo ouvir, e ouvir a palavra de Deus”, em Romanos 10:17.

Para os seguidores de Jesus, estar com Deus, é a certeza da sobrevivência, do suprimento de necessidades, e perspectiva do futuro!

Diante da crise eminente, precisamos: OLHAR PARA DEUS! Viver em meio a uma pandemia, á uma crise política, e as tantas outras que possivelmente virão depois de tudo isso, é viver esperando os próximos capítulos. Esperar para entender o agir de Deus em meio á nossa realidade, esperar para analisar e retomar os planos que foram interrompidos, os sonhos que por hora parecer ter que voltar para a gaveta, e ainda repensar as nossas prioridades.

A parte boa em tudo isso, é que Deus está perto de cada um de nós! No mesmo sermão no monte vamos ler por algumas vezes a frase: “o Pai que te vê em secreto”. Deus nos chama para um relacionamento íntimo com ele, indo ou não ao templo, o nosso quarto ainda é o lugar onde Ele nos espera.

Enquanto aguardamos os próximos episódios, busque á Ele em seu quarto, viva o hoje na dependência dele, e guarde o seu coração da contaminação do desespero. Olhe para Deus, traga a memória o sacrifício que nos da esperança, e espere Nele!