A palavra “preocupação” está dominando o contexto vocabulário atual, devido à situação de crise que enfrentamos. Isso se dá, principalmente, pelo cenário de incertezas que se desenhou em diversas áreas (emocional, financeira, saúde, etc), algo que se alinha com a definição da já mencionada palavra: Preocupação – ideia fixa e antecipada que perturba o espírito a ponto de produzir sofrimento moral.

O que fazer então? Simples. Não se preocupar. O fato de ser algo simples não quer dizer que seja fácil, mas é totalmente possível. Jesus falando aos seus discípulos em certa ocasião disse: “Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.” (Lc 12:22). Na continuidade do texto, o Messias chama atenção para a incapacidade deles de mudar coisas mínimas nas suas próprias vidas (Lc 12:25-26) e sendo assim, não fazia sentido que eles vivessem preocupados com as demais coisas. A partir da fala de Jesus podemos entender que a preocupação é o resultado de pensamentos que buscam solução para o “insolucionável”.

O que precisamos compreender é que ter preocupações é normal, agora, deixar que elas dominem a nossa mente e coração, não! Existe uma canção da MPB que diz: “…É preciso amar as pessoas como se não houvesse o amanhã, porque se você parar pra pensar, na verdade, NÃO HÁ.” O autor da letra se apoiou numa verdade bíblica relatada em Mateus 6:34 onde Jesus diz o seguinte: “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal”.

O ontem já se foi, o amanhã ainda não existe, tudo o que nós temos é o hoje! Então, viva hoje, preocupe-se com hoje, ame hoje, importe-se hoje, creia hoje, confie hoje, seja corajoso hoje, tenha medo do hoje, pense no hoje e deixe o mal do amanhã para amanhã, não se “pré ocupe”. Não precisamos ter medo do que virá adiante, se confiarmos no Deus que no futuro já está presente (Leia Jr 29:11).

Sejam abençoados pela prática da Palavra.

Pr. Rodrigo Goulart – Pastor de Juventude da Igreja Batista do Brooklin-SP Conselheiro Ministerial da JUBESP; @pr.rodrigogoulart