É pelo caminho de Missões que a JUBESP – Juventude Batista do Estado de São Paulo, ao completar 99 anos em 19 de maio, busca fortalecer sua atuação junto aos jovens das mais de 1670 Igrejas e Congregações Batistas do Estado de São Paulo, engajando-se no trabalho para que a instituição seja reconhecida como promotora de missões, dentro de uma das ações características de seus pilares de trabalho: Proclamar o Evangelho.

Para Jonatas de Melo Oliveira, presidente da JUBESP e membro da congregação Batista no Jardim Elena, “…não há como ter seriedade num trabalho denominacional com juventude, quando a organização que deve realizar ações com esses jovens, não está engajada em todas as frentes onde esses atuam, e os programas missionários Radical Amazônia e Radical Haiti, são excelentes oportunidades para a investirmos intencionalmente em campos missionários que contam com jovens das Igrejas e Congregações de nosso Estado.”

Através dos Programas de Adoção Missionária – PAM das Juntas de Missões Nacionais e Mundiais, a organização adotou como seus primeiros missionários oficiais de que se tem registro, os jovens, Gustavo Pedrinho Barbosa (24) da PIB de Taiúva-SP e Juli Helen dos Santos (25) da IB Paraíso do Sol em São José dos Campos-SP.

Juli incentiva sobre a consciência e importância do apoio a missões: “…a necessidade do missionário não está só na parte financeira, mas também na necessidade de adoção espiritual, no fortalecimento da divulgação dos trabalhos aos jovens do Estado, evidenciando aqueles que saíram de nossas Igrejas e Congregações e foram para um campo distante, motivar a todos para esse trabalho, desde nossas comunidades.”

Gustavo acredita que “…essa ação da JUBESP necessita ser contínua, mesmo que o missionário adotado retorne definitiva out temporariamente do campo de trabalho, pois, sempre há um jovem missionário a espera de auxílio dos corações incomodados por Deus, para o sustento da obra de Evangelização dos povos, ainda mais, dentro do Estado com maior população e densidade de Igrejas Batista de nosso País. A JUBESP começou um belo caminho, e oramos á Deus que seus líderes permaneçam nesse compromisso!”

O intuito da JUBESP é, com o tempo, engajar o jovem das Igrejas e Congregações Batistas do Estado de São Paulo que a ela procurar, em realidades missionárias de trabalho efetivo em campo, mobilização, apoio e campanhas de levantamento de recursos, através de suas programações que buscaram pensar o papel da juventude nesse tempo, promovendo ações que permitam ao jovem da Igreja local, juventudes associacionais – JUBA’s perceberem que a razão do jovem nesse tempo, precisa ser missionária proclamando o amor de Cristo a todos que puder e ter oportunidade, não necessariamente num campo distante, mas em sua comunidade, na sua Igreja local, JUBA, escola, trabalho, e principalmente na sua Família

Juli Helen dos Santos, tem 24 anos, membro da Igreja Batista Paraíso do Sol em São José dos Campos, é a primeira Missionária Radical Amazônia, da Junta de Missões Nacionais, adotada pela JUBESP.

Foto: Acervo pessoal.

 

Gustavo Pedrinho Barbosa, tem 25 anos, membro da Primeira Igreja batista de Taiuva, é o primeira Missionária Radical Haiti, da Junta de Missões Mundiais, adotado pela JUBESP.

Foto: Acervo pessoal.